segunda-feira, 22 de março de 2010

Dicionário

O medo é uma palavra que não cabe mais aqui
pouco a pouco, deu lugar à alegria e à esperança
A insegurança também pediu licença
(ela se libertou do prefixo INfeliz
que a acompanhou durante muito tempo)


A tristeza não tem hora para voltar,
esqueceu o relógio e as lágrimas
A dúvida? Não foi nem lembrada...
assim como a solidão, perdeu seu significado
pois não faz mais sentido neste dicionário

A ausência de tais palavras
deve-se à primavera
que, em pleno outono,
plantou um girassol
em meu coração.