segunda-feira, 14 de dezembro de 2009



Como gotas d'orvalho em flor
As lágrimas deslizam em tua face-pétala
e revelam que dentre as efemeridades da vida
a felicidade morre a cada noite,
mas renasce a cada manhã.


Ane Montarroyos