quarta-feira, 26 de maio de 2010

Do amor ao poeta

Quisera ser palavra
para adornar teus versos.

Quisera ser verso

para compor teus poemas.


Quisera ser poema

para constituir teus livros.


Quisera ser livro

para ser tocada por tuas mãos.


Quisera ser tuas mãos

para redesenhar minha palavra.


Ane Montarroyos