terça-feira, 25 de maio de 2010

"Sem tempo"

O tempo o tempo
Passa perpassa
A tempo o tempo
Tudo ultrapassa

(Às vezes, para longe voa)

E quando acha de re(pousar)
Esquece que é desse lugar...

E passa
(Parece que não durará)

E foge
(Parece não ter mais saída)

E fere
A vida, tal bala perdida!

Adriano Nunes