terça-feira, 1 de junho de 2010

O PORTO PARTIDO


O porto partido, ou,
(pequena elegia ao poema porto porto...)

Foram embora os barcos,

Partiram para tantos outros portos pardos.

E ficou o cais com sua solidão de quem não
vai.

E ficaram os ais dos corações partidos nas
partidas a mais.

D. Everson

(O poema acima encontra-se no livro Poemas do S(ó)l, disponível para download no blog Poetas de Marte.)