domingo, 4 de julho de 2010


Olha teu jardim, as respostas estão lá...
– disse-me uma flor de amarelada certeza.
Olhei. E meu olhar respirou o orvalho de perguntas no ar...
Embora eu olhasse com firmeza.

Ane Montarroyos