domingo, 30 de maio de 2010

ROSA DILACERADA


para Elisangela Montarroyos

Tu és esta bela rosa
dilacerada
Estou a regar tuas raízes
que também são
minhas

Pois não podes morrer
sozinha
Contigo pereceria,
flor

de estonteante beleza
atormentada
Te regarei dia após dia
Cuidarei de cada pétala com
amor

Até você reflorescer
e sorrir comigo.

Ane Montarroyos